ENOAMIGOS

Cursos e Consultoria em Vinhos

claudia@enoamigos.com.br

• Santos • São Paulo

Artigos
Cláudia Garcia de Oliveira entrevista Guilherme Corrêa
Ediçao Borghese Magazine 2009/2010
ARTIGOS 10-11-2009

Guilherme Corrêa
sommelier da Enoteca Decanter/Best Brazilian Sommelier 2006/2009 ABS/ASI
Finalist Best Sommelier of the Americas 2009 - APAS/ASI

COMO FOI A SUA INICIAÇÃO NO MUNDO DO VINHO?

Aos 18 anos fui estudar línguas na Europa e me apaixonei pelo mundo da enogastronomia. Ao voltar para o Brasil, procurei imediatamente um curso de vinho, e dali em diante, a paixão tomou conta de mim. Me formei em economia, mas imediatamente me enveredei pelos caminhos de Baco, me tornando o primeiro sommelier de Minas Gerais.

QUAL O SEU ESTILO DE VINHO PREFERIDO?
VOCÊ DESTACARIA ALGUM PRODUTOR OU REGIÃO?

Gosto sobretudo de vinhos que contem a história de um terroir. Prezo mais a tipicidade do que a perfeição técnica. Talvez por isso as minhas atenções sejam mais voltadas ao Velho Mundo, onde nascem vinhos das mais diversas tipologias, frutos de tradição e situações climáticas e ambientais únicas. Minhas preferências atuais são os brancos alemães, os vinhos do Piemonte e da Borgonha, mas gosto de variar muito, conhecer novas uvas, regiões e processos de elaboração.

O QUE É PARA VOCÊ UM GRANDE CONHECEDOR DE VINHO?

É aquele que entende que a beleza do vinho está na sua diversidade, que gosta de se aventurar além das suas certezas. Preferidos todos nós temos, mas este sentimento não pode ser hermético, temos que experimentar de tudo, sem idéias preconcebidas e muita, mas muita humildade.

O QUE ACHA DAS ESTRELADAS AVALIAÇÕES DE VINHO?

São diretrizes. Se alguém gostou muito de um vinho, vale à pena degustá-lo, mas não significa que os critérios deste avaliador serão os mesmos seus... Infelizmente, alguns críticos muito poderosos estão forçando através de seus veredictos a mudança de estilo em muitos produtores ao redor do mundo, em direção a algo mais moderno, com mais fruta exuberante e elementos de maciez.

DÊ A SUA OPINIÃO COMPARATIVAMENTE SOBRE OS VINHOS DO VELHO E DO NOVO MUNDO.

Daria para escrever uma tese sobre isto, mas para resumir, o Velho Mundo tem séculos a mais de experiência, e o grande vinho leva tempo para nascer. O Novo Mundo tem buscado nos últimos  anos parâmetros de qualidade europeus, como elegância, harmonia, frescor e identificação de terroirs, com resultados surpreendentes. Na dúvida entre eles, fique com os dois!

SOMMELIER - DECANTER > Best Brazilian Sommelier 2006 and 2009 - ABS/ASI > Finalist Best Sommelier of the Americas 2009 - APAS/ASI


A VITICULTURA JÁ VEM SOFRENDO CONSEQÜÊNCIAS COM O AQUECIMENTO GLOBAL?

Bastante, mas no momento os efeitos são mais positivos do que negativos. Uma região marginal, de clima dramático com o do Piemonte, por exemplo, fez seis safras espetaculares em seguida, de 1996 a 2001. Na França o efeito também é positivo no momento, mas há muita preocupação com as próximas décadas. Algumas regiões famosas por um estilo de vinho, como a Champagne, podem ter que mudar de uvas ou estratégias de produção.

OS VINHOS NACIONAIS GANHAM MUITOS PRÊMIOS COM OS ESPUMANTES. E OS TINTOS, O QUE VOCÊ ACHA?

Ainda estamos longe de sermos competitivos em qualidade a nível internacional, mesmo nos espumantes. Lembro que os grandes vinhos do mundo não participam destas competições por medalhas. Mas acredito no vinho brasileiro. Acho que estamos encontrando novos terroirs para elaborar vinhos mais naturais, sem ter que fazer de tudo na cantina para corrigir as insuficiências da matéria-prima.

A REGIÃO DE SANTA CATARINA, EM SÃO JOAQUIM, ESTÁ CADA VEZ MAIS PRODUTIVA, PODE NOS FALAR UM POUCO SOBRE ISSO?

A Serra Catarinense é um exemplo do que foi dito acima. Uma descoberta preciosa para o vinho brasileiro, uma região que reúne as condições para elaborarmos belos tintos e, principalmente, tintos com um estilo próprio.

CAVA X ESPUMANTE TOP ITALIANA X CREMANT X CHAMPAGNE. QUAL A SUA PREFERIDA?

Fico com todas, uma para cada momento, cada prato, cada companhia, cada música que estou ouvindo. A Champagne certamente é a mais grandiosa na média, com uma austeridade de estilo que eu amo, mas o que falar do charme arrebatador de uma Ferrari das montanhas do Trentino, na Itália?

VOCÊ, UM SOMMELIER TÃO RECONHECIDO E PREMIADO INTERNACIONALMENTE,COMO FICA A SUA ROTINA DE TRABALHO?

Uma loucura total. É realmente difícil concatenar tantas responsabilidades com inúmeras viagens. Entretanto, quando se trabalha com paixão, dedicação e honestidade, as coisas fluem e dão certo, naturalmente.

E A FAMÍLIA?

Minha esposa e filho me apóiam integralmente nesta minha vida tão atribulada. Dizem que mais importante do que a quantidade é a qualidade da minha presença. Tal como no mundo do vinho!

fonte: Borghese Magazine - Revista Especial de Fim de Ano 2009/2010

Degustação com o campeão Guilherme Corrêa
19-08-2009
.:: • © Copyright 2007 - 2021, ENOAMIGOS ® • Santos • São Paulo • claudia@enoamigos.com.br • http://www.enoamigos.com.br .::
.:: • PORTALWEB 6.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy