ENOAMIGOS

Cursos e Consultoria em Vinhos

claudia@enoamigos.com.br

• Santos • São Paulo

Artigos
As princesas da Tenute Guicciardini Strozzi, Irina e Natalia, apresentam seus vinhos no Brasil
Descendentes de Monalisa, as princesas da realeza italiana contam sobre a história de sua família e seus vinhedos que remontam ao período do pensador Maquiavel
ENONEWS 17-03-2016
A Importadora Italia Mais, reuniu a imprensa, en petit comité, na Vinum Est, em Pinheiros, São Paulo, para apresentar os rótulos da vinícola italiana Tenute Guicciardini Strozzi.

A apresentação ficou a cargo das irmãs Irina e Natalia Strozzi Guicciardini , princesas descendentes da Mona Lisa, que desembarcaram em São Paulo exclusivamente para apresentar os seus vinhos e nos contar sobre a história que envolve sua nobre família na produção de vinhos desde o ano de 994.

Irina e Natália comandam a propriedade familiar e dividem seu tempo entre negócios e as artes, Natalia me revelou que já foi bailarina clássica e agora é atriz, já Irina é pianista.

A relação das duas integrantes da realeza italiana com as artes vai além, e remonta a uma das obras mais aclamadas da história, visto que um recente estudo genealógico revelou que as princesas são descendentes d'A Gioconda, retrada por Leonardo Da Vinci, na tela Monalisa. Esse estudo apontou que Irina e Natalia Stozzi Guicciardini são a 15ª geração da família de Lisa Gherardini, nome verdadeiro da mulher de sorriso obscuro que protagoniza o quadro do famoso pintor italiano, ligando, assim, a história da Mona Lisa à do vinho na Itália.




Irina Strozzi revela: "A história de Guicciardini Strozzi se relaciona de forma intrínseca à história da Itália, das artes e do pensamento. Um dos nossos rótulos mais conhecidos, o Venaccia Di Sangiminiano, foi produzido pela primenria vez em 1220, sendo exaltado por Dante, Michelangelo e Boccaccio".

As relações da família Guicciardini e Strozzi remontam ao período de Maquiavel e dos Medici, família burguesa italiana patrona das artes e letras, que comandou Florença e toda a Toscana no período entre 1430 e 1740. Daí as irmãs possuírem títulos de nobreza.

O espumante Cusona Brut e os tintos Millanni, Momi, Sòdole e Titolato são os vinhos do portfólio da Tenute Guicciardini Strozzi, e estão no Brasil com exclusividade da Importador Italia Mais, que tem escritórios em Roma e em São Paulo. A empresa é especializada em trazer ao Brasil vinhos especiais como por exemplo o do tenor Andrea Bocelli, além de muitos outros das melhores regiões italianas, como explica seu diretor presidente Alexandro Paesani.

 

No coquetel provei o Espumante Cusona Brut, de Vernaccia di San Giminiano, no visual um belo, brilhante e finíssimo perlage, bem persistente. Delicadamente frutado e saboroso com notas das leveduras e amêndoas no final de boca.

Provei ainda o Tinto Momi 2013, um rótulo que homenageia o pai das princesas Girolamo Strozzi. O vinho combina as melhores uvas de Maremma: Sangiovese, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot e Montepulciano d'Abruzzo. Sua cor é rubi brilhante e intenso. Aromas mais fechados que em seguida revelam muitas frutas como amora e groselha, com especiarias e toques de madeira. Na boca é seco, com corpo médio, com 14°GL equilibrados e taninos aveludados e elegantes. Vinho persistente com longevidade.

Este evento foi realizado com muita descontração no charmoso Vinum Est, da Anna Rita Zanier ( http://www.vinumest.com.br/ ), que recebeu a todos com muito carinho e atenção, e sob a assessoria da Alessandra da CH2A, sempre impecável.


Mais info no site
http://www.italiamais.com.br/

.:: • © Copyright 2007 - 2021, ENOAMIGOS ® • Santos • São Paulo • claudia@enoamigos.com.br • http://www.enoamigos.com.br .::
.:: • PORTALWEB 6.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy