Artigos
 VER TODOS OS ARTIGOS 

Momento DiVino "Anselmo Mendes e a Região dos Vinhos Verdes" 08/07/16 - A Tribuna Jornal - Santos
MOMENTO DIVINO 08-07-2016

Santé! A Região dos Vinhos Verdes está localizada no extremo norte, à noroeste de Portugal, e compreende a maior área cultivada, de cerca de 31 mil hectares, além de uma das mais famosas demarcações vinícolas do país, oficializada em 1908. As sub-regiões de Amarante, Ave, Baião, Basto, Cávado, Lima, Monção e Melgaço (berço da Alvarinho), Paiva e Sousa tem por característica comum o clima chuvoso e solos graníticos com camadas superiores arenosas e ácidas. Sob esse terroir, produzem as uvas brancas: Alvarinho, Loureiro, Trajadura, Arinto ou Pedernã, Avesso; e também as tintas: Vinhão, Alvarelhão, Pedral, Cainho, Rabo de Ovelha entre outras.

Tive o prazer de entrevistar o produtor Anselmo Mendes, mais conhecido como Sr. Alvarinho, por sua dedicação à casta. Eleito enólogo do ano em 1998, veio a Santos apresentar seus vinhos.

Anselmo Mendes é formado em Agronomia e Enologia. Nascido e criado em Monção, conta que se familiarizou com a cultura da vinha e a produção do vinho há tempos. Por volta dos 6 anos de idade, circulava diariamente entre a sua casa e a dos avós agricultores. Gastava umas 4 horas no pequeno trajeto fazendo a medição das plantinhas a cada passo, com uma régua que trazia consigo. Um verdadeiro apaixonado pelas plantas!

O grande produtor de vinhos verdes explica que a denominação Vinhos Verdes é assim chamada porque os vinhos são verdes ao invés de maduros, simplesmente. Ele desmistifica toda uma história e conta que em 1356, foi construído um entreposto em Monção, antes mesmo ao do Porto, para transportar vinhos para Inglaterra. Os ingleses encontraram ali vinhos substitutos para os Borgonhas, período no qual o Reino Unido e a França haviam rompido relações. Nessa época a palavra verde nem existia, além do que os vinhos exportados eram tintos, viajavam muito bem e eram chamados de parduscos. O próprio Anselmo elabora um tinto com esse nome, que é um excelente exemplar de vinho verde tinto.

Anselmo afirma que só em 1700 os vinhateiros da região iniciaram um cultivo chamado uveira, conhecido mundialmente como enforcados. A videira era plantada junto às árvores e crescia livremente entrelaçando-se aos ramos. As vinhas atingiam enormes proporções, todavia não amadureciam e os vinhos eram de baixa qualidade devido a pouca maturação. Nasciam assim os vinhos verdes, feitos de uvas verdes e muito ácidas. Atualmente isso já não ocorre, e as vinhas são colhidas com maturidade ideal para proporcionar sabor e frescor aos famosos vinhos verdes.

O Sr. Alvarinho se dedica a esta casta produzindo vinhos de extrema personalidade. Utiliza vários métodos, tal como a fermentação em barricas de carvalho francês de 400 litros ou a maceração com as cascas das uvas, como nos vinhos laranja, já descritos nessa coluna. Ainda, chega a deixar que o vinho estagie sobre os sedimentos da fermentação, sur lies, por longos períodos. Anselmo destaca que os vinhos verdes brancos são secos e de alta acidez, contudo, se em alguns casos apresentar excesso de pétillant ou gás carbônico realmente é algo a se constatar, não é natural. Já degustei muitos vinhos verdes assim!

E ainda, Anselmo é adepto da agricultura sustentável, conforme suas palavras:
"Nos meus vinhedos praticamos agricultura sustentável e integrada. Não optamos por orgânicos, afinal é sabido que na Europa não há fiscalização eficiente para atestar autenticidade do produto."

Aqui no Brasil Anselmo Mendes presta consultoria à Quinta da Neve (SC) e à Vinícola Hermann (RS), exemplo marcante de seu trabalho é o espumante premiado Lírica.

Muros Antigos, Muros de Melgaço, Parcela Única, Contato, Expressões e Curtimenta são seus rótulos de Alvarinho. Compõem seu portfólio vinhos de Loureiro e Avesso, além dos tintos de Alvarelhão e de Vinhão. Sigo envolvida pela complexidade e mineralidade de seus vinhos! Até a próxima taça!
momentodivino@atribuna.com.br


PROVEI E INDICO


Anselmo Mendes Muros Antigos Escolha 2014
Uva: Alvarinho, Loureiro e Avesso
Cor: amarelo palha brilhante12,5ºGL
Nariz: floral e frutado
Boca: seco, acidez exata, estruturado, mineral e longo
R$ 86,80

Anselmo Mendes Muros Antigos Loureiro 2014
Uva: Loureiro 12ºGL
Cor: amarelo verdeal brilhante
Nariz: frutos cítricos
Boca: seco, acidez, corpo e frutos equilibrados com herbáceos
R$ 96,30

Anselmo Mendes Muros Antigos Alvarinho 2014
Uva: Alvarinho 12ºGL
Cor: amarelo verdeal brilhante
Nariz: frutos cítricos e mineral
Boca: seco, fresco, bom corpo, complexo
R$ 166,30

Anselmo Mendes Curtimenta 2011
Uva: Alvarinho 13ºGL (macera com as cascas)
Cor: amarelo ouro brilhante
Nariz: abacaxi, limão, toranja e mineralidade
Boca: seco, encorpado, taninos elegantes, complexo
R$ 222,86

Todos os vinhos na Enoteca Decanter http://www.decanter.com.br


 
► Baixe o Artigo em PDF


 



 
  Início
Vídeo
Download
Fale Conosco
Cadastro
  Institucional
Cursos
Degustações
Enoturismo
Enopoemas
Dicas
  Cláudia Elaine Garcia de Oliveira
Artigos
Enonews
Momento Divino
Fotos "Social do Vinho"
Saiu na Mídia
 
 
.:: • © Copyright 2007 - 2017, ENOAMIGOS ® • Santos • São Paulo • claudia@enoamigos.com.br • http://www.enoamigos.com.br .::
.:: • PORTALWEB 5.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy